DXpedition- 2015 - IOTA SA-025

RELATORIO DXPEDITION ZW8K

27/07/2015 20:19

TERESINA DX GROUP - DX-PEDITION  -  JULHO, 2015

RELATÓRIO DX-PEDITION - ILHA DE SANTA ISABEL  IOTA SA 025 - DIB PI-01   

FAROL PEDRA DO SAL DFB PI-03 (ARLHS BRA- 070), WLOTA L-2825 (2º 49' 19" S - 41º 26' 45" W)  

 

INTRODUÇÃO

            O Teresina DX Group realizou uma DXpedition para a Ilha de Santa Isabel (IOTA SA 025 DIB PI-01) ativando também o Farol da Pedra do Sal (ARLHS BRA-070, 2º 49' 19" S - 41º 26' 45" W), Válido também para o programa de diplomas do WLOTA (World Lighthouses On The Air) com o código WLOTA L-2825 e diplomas de faróis Brasileiros DFB PI-03, na costa do litoral do Estado do Piauí, Nordeste do Brasil, entre os dias 23 a 26 de julho de 2015. Os Radioamadores PS8BR-Joselito, PS8HF-Milton e PS8NF-Nelson ficaram ativos com o indicativo especial ZW8K.

            A DXpedition ocorreu em paralelo com o IOTA CONTEST 2015, nos dias 25 e 26 de julho de 2015, que teve início a partir das 09:00hs (12:00 UTC), cujo o objetivo do concurso é promover contatos entre estações  IOTA com o resto do mundo e encorajar as expedições às ilhas IOTA. Foram utilizados os Modos:  CW, SSB  e concorrendo no Conteste IOTA na modalidade MISTO: CW e SSB na Categoria IOTA Multi-Operadores.

HISTÓRICO

VIAGEM : Partida e Chegada

            A DXpedition foi planejada  apenas dois meses antes, pelos Radioamadores do Teresina DX Group, PS8BR- Joselito, PS8HF- Milton e PS8NF- Nelson, estes participaram ativamente das operações na Ilha de Santa Isabel, sendo assessorados por outros integrantes do grupo  que contou com o suporte do grupo QAP Velho Monge de Parnaíba-Pí.

T          oda a equipe partiu da cidade Teresina-Pí, às 05:00hs da manhã em direção a Ilha de Santa Isabel. Pelo fato de ser o último final de semana das férias de julho, a estrada estava bastante movimentada, necessitando de uma atenção maior durante o trajeto. A viagem ocorreu de forma tranqüila, com uma parada para o café da manhã próximo a cidade de Piracuruca-Pi . Não houve nenhum imprevisto chegando ao destino antes do horário combinado, por volta das 09:30 horas, onde se iníciou a montagem das antenas e preparação dos rádios para as operações.

CAMPO DE ANTENAS

            O local escolhido para o campo de antenas, foi na beira mar, na areia da praia mesmo, onde pudemos desfrutar das ondas do mar e de uma bela sombra, produzida por uma barraca feita com palha de coqueiros. Utilizamos uma bussola para nos orientar o direcionamento de antenas, tendo em vista utilizar antenas direcionais. Todas foram cuidadosamente erguidas e posicionadas de forma não haver interferências uma nas outras. Fizemos testes preliminares com equipamento levado e obtivemos SWR baixíssimas e satisfatórias, nos deixando em condições de dar início às transmissões na Ilha.

EQUIPAMENTOS UTILIZADOS

            Nesta DXpedition, visamos realizar uma operação QRP, com equipamentos simples e antenas de baixo custo e confeccionadas por nós mesmos. Não foi utilizado amplificador linear e nenhum outro recurso que pudesse aumentar a potência de saída dos equipamentos.  Foram utilizados os seguintes RADIOS: 02(Dois) FT-950 YAESU e 01(um)Kenwood 241 (VHF)

As antenas montadas foram: 2 elementos para10m , 2 elementos para 15m, 3 elementos para 6m, dipolo para as bandas de 12, 17,20,30,40,80m e uma antena vertical para 10/40m, todas devidamente bem localizadas para não interferirem entre si. Foram antenas simples mas que nos renderam ótimos QSOs e excelentes resultados, e que poderiam ser transportadas dentro das nossas mochilas. Durante a montagem fizemos uma pausa para o almoço retornando as atividades após degustar uma maravilhosa peixada.

INICIO DAS OPERAÇÕES:

            O primeiro contato da DXpediton foi realizado com a estação KP4TF às 20:23  na freqüência 21013,00 Mhz  em  CW, que nos reportou um RST  599 e foi realizado pelo PS8BR Joselito, que no momento demonstrou bastante satisfação, por ter tido a oportunidade  e privilégio de realizar este primeiro contato da DXpedition. No início da operação, tivemos algumas dificuldades em entender a propagação, pois estávamos sem internet e sem comunicação ideal com os demais companheiros do Teresina DX Group. Tentamos buscar sinal de internet através dos celulares existentes, mas nenhum foi possível conectar, inclusive acessar redes sociais ou clusters era impossível naquele momento. Entendemos, que a nossa missão seria bem mais além do que havíamos planejado, pois estávamos dando início aos primeiros improvisos do dia, quer dizer da noite, hora que realmente começamos a operar. Posicionamos as antenas para a EU e USA e Brasil e começamos a chamar,  para nossa surpresa fomos logo copiado.

            Quando anoiteceu realmente, notamos alguns outros problemas que iríamos ter que enfrentar, que era um forte ruído na recepção. Saímos atrás da causa e não demorou muito para descobrir, que logo há uns mil metros, giravam poderosas e gigantescas hélices dos modernos geradores do parque aeólico de energia que esta sendo construído na Ilha.  Notamos também, que o vento estava muito forte, principalmente durante a noite,  fazendo com que as antenas saíssem das posições que havíamos definidos. Apesar de já haver prendido bem as antenas direcionais, tivemos que amarrar com cordas e tiras de borracha de pneu de carro para realmente elas fixarem nos seus devidos lugares. Já com as antenas Dipolo,  houve a necessidade de fixar mais os cabos coaxiais, que balançavam muito. No segundo dia de utilização das antenas, a de 40m partiu o seu cabo coaxial, sendo acionada a equipe para às duas horas da madrugada conserta-lá,  neste caso trocamos o cabo coaxial que se rompeu e tudo voltou ao normal e em seguida parte da equipe foi tirar uma soneca.

            Notamos também, que a propagação  não nos ajudou muito nas bandas altas. Em 6m e 10m realizamos somente dez contatos durante toda a DXpedition.  Muito  ruído em todas as bandas. Em 15m, 30m e 40m tivemos bons rendimentos todos os dias. Era difícil furar o paredão formado entre Estados Unidos e Europa, mas de vez em quando alguém achava a gente e aí conseguíamos tirar o atraso.  A antena Vertical trabalhou bem em 40 e 15m, durante a noite, mas com um rendimento baixo durante o dia. Chegamos a uma conclusão que, para a nossa localização, DXpedition no mês de Julho, não é muito favorável, devido a falta de propagação. Algumas vezes, quando abria propagação, somente conseguiamos bons resultados em telegrafia, comparando com fonia. Teoricamente deveríamos realizar bons contatos em todos os modos, mas na prática, não ocorreu conosco em fonia. Em modos digitais, havíamos programado operação, mas não foi possível devido a defeito apresentado nos cabos,  deixando este modo inoperante.

VISITAS À ESTAÇÃO ZW8K

            Tivemos a honra de receber o apoio do Grupo QAP Velho Monge de Radioamadores  da Cidade de Parnaíba-Pí, que é composto de 25 radioamadores. Foram Feitas as fotos para registrar a sua presença junto com a equipe da ZW8K.

            A TV DELTA, de Parnaíba-Pí,  fez uma reportagem sobre a Expedição, procurando mostrar os objetivos daquele grupo de Radioamadores que estavam reunidos na Ilha de Santa Isabel, com a finalidade de participar de uma competição internacional de Radioamadores. Foi dado a oportunidade, aos Radioamadores representado pelo PS8NF Nelson, de explicar a diferença entre o Radioamador e Transceptor, que geralmente é confundido durante abordagens policiais e na própria mídia. Esteve em foco também, o Cartão QSL, forma em que o Radioamador confirma os seus contatos e valida para algumas certificações existentes. Para concluírem seus trabalhos fizeram um vídeo e entrevista para o Jornal Local mostrando a importância dos radioamadores para a sociedade em caso de catástrofes e emergências, além de ser um hobby.

            Estiveram no local com suas esposas, o PS8TV Dalton e o Luiz Carlos, ambos do Teresina DX Group.

 

RESULTADOS OBTIDOS

Prefixo especial: ZW8K

Período ocorrido de 23 à 26 de julho de 2015

Operadores: PS8BR-Joselito, PS8HF-Milton e PS8NF-Nelson

Contatos feitos: 2011 QSO’s, sendo:

                                            

DXpedition

CW

FONIA

TOTAL

1328

216

1544

 

        

IOTA

 

 

TOTAL

330

137

467

 

IOTAS Trabalhadas: 51

Países Trabalhados: 47  sendo:

9A,A4,CE,CT,CX,DL,EA,EA6,EA8,EI,ES,EU,F,G,GD,GI,GM,HA,HB,HC,I,JK,LA,LU,LY,LZ,OE,OK,OM,OZ,PA,PY,S5,SM,SP,TK,UA,UA9,UN,UR,VEVP8,YL,

YO,YU,YV.

DXpedition:

Países Trabalhados: 55  sendo:

4J,4X,5B,9A,CM,CT,CU,DL,E7,EA,EA8,EI,ER,ES,EU,F,G,GM,GW,HA,HB,HK,I,K,KH6,LA,LU,LY,LZ,OE,OH,OK,OM,ON,OZ,PA,PY,S5,SM,SP,SV,TFUA,UA9,

UM,UR,VE,XE,YB,YL,YO,YU,YV,Z3,ZS.

 

EQUIPAMENTOS: Kenwood TS450S, Yaesu FT950 e Kenwood 241 (VHF)

ANTENAS:  Yagi 2XElm (10 e 15m),Yagi 3XElm 6m, Vertical (10/40m), Dipolo (12,17,30,40 e 80m) e “Jota” para 144MHz

ACOMODAÇÕES: Pousada da Ilha.

REFEIÇÕES: Preparada no Local a base de Peixes

TRANSPORTE: Pick-up

QSL Manager: PS8HF

 

DEMONSTRATIVO DE QSOs DETALHADOS POR BANDA E MODO

 

DXpedition:

 

Band

Mode

QSOs

3,5

CW

13

7

CW

477

7

LSB

22

7

USB

1

10

CW

271

14

CW

281

14

USB

147

18

CW

4

21

CW

274

21

USB

44

28

CW

8

28

USB

2

TOTAL

1544

 

IOTA CONTESTE:

 

Band

Mode

QSOs

IOTA

7

CW

53

11

7

LSB

31

08

14

CW

148

13

14

USB

04

01

21

CW

129

11

21

USB

102

07

TOTAL

467

51

 

AGRADECIMENTOS:

            Agradecemos aos integrantes do TERESINA DX GROUP que deram todo apoio necessário para que esta DXpedition se realizasse. Importante ajuda foi dada pelo Grupo de Radioamadores de Parnaíba-Pi, pela divulgação na mídia local do nosso trabalho, procurando esclarecer a população o papel do radioamador nas catástrofes e emergências. Agradecemos ao Sr. Moacir que proporcionou uma excelente peixada, com uma alimentação balanceada aos operadores durante todo o conteste. Agradecemos à TV DELTA, por divulgar o nosso excelente trabalho e objetivos. Agradecemos ao PS8HF Milton, por ter cedido seu carro (PICK-UP) para o transporte do material e pessoal e aguardamos ansiosos pela próxima DXpedition, contando com a participação de todos. Um forte 73.

 

Equipe ZW8K

PS8BR-Joselito

PS8HF-Milton

PS8NF-Nelson

 

Referências:

http://extraparnaiba.blogspot.com.br/2015/07/radioamadores-chegam-parnaiba-para.html

http://www.folhadeparnaiba.com.br/2015/07/radioamadores-chegam-parnaiba-para.html

http://www.blogdomariopires.com.br/2015/07/radioamadores-chegam-parnaiba-para.html

https://plus.google.com/105047973828260892002/posts

http://avozdopiaui.blogspot.com.br/search?updated-max=2015-07-27T04%3A45%3A00-07%3A00&max-results=7#PageNo=2

http://portalparnaibainforma.dihitt.com/n/opiniao-e-noticias/2015/07/24/radioamadores-chegam-a-parnaiba-para-competicao-internacional

 

 

sexta-feira, 24 de julho de 2015

Radioamadores chegam a Parnaíba para competição internacional

O radioamadorismo, ou Serviço de Amador é um praticado em quase todos os países do mundo por pessoas habilitadas e licenciadas por autoridades, para a intercomunicação e estudos técnicos sem motivo de lucro. Os radioamadores entram em ‘cena’ toda vez que acontece uma catástrofe, um grande acidente e os meios de comunicação mais modernos falham.


Apaixonado pelo que faz, Nelson de Almeida explica a especificação do termo radioamador, que muitas vezes é confundido, já que algumas pessoas associam ao aparelho, mas na verdade se trata da pessoa que manipula o rádio e faz as operações.

 

Radioamadores da capital, da equipe Teresina Dx Group vieram a Parnaíba e escolheram a praia da Pedra do Sal para realizar atividades referentes a competição que inicia neste sábado (25/07). O Teresina DX Group iniciou a DXpedition para a Ilha de Santa Isabel (IOTA SA 025 DIB PI-01) na costa do litoral do Estado do Piauí, nordeste do Brasil. 

De acordo com Almeida, outro ponto importante sobre radioamadores é a existência do cartão QSL, que é considerado o cartão de visita de um radioamador. Serve para registrar cada primeiro contato e para comprovar a participação em várias modalidades de competições; para receber certificados internacionais e outros. Enviar o cartão QSL, quando do primeiro contato com um colega de rádio, é ética operacional.


A DXpedition ocorrerá em paralelo com o IOTA CONTEST 2015, nos dias 25 e 26 de julho de 2015 a partir das 9h (12h UTC), cujo o objetivo do concurso é promover contatos entre estações IOTA com o resto do mundo e encorajar as expedições às ilhas IOTA.


Na Pedra do Sal, houve o encontro dos membros do Teresina Dx Group e do grupo de radioamadores QAP Velho Monge de Parnaíba, que possui aproximadamente 20 participantes.


Joselito Rodrigues, também radioamador, ressaltou ainda de que maneira é realizado o contato com outros países, já que é possível realizar contato com todo o mundo e a linguagem é universal entre eles é universal, onde utilizam a língua inglesa.

Na ocasião, o radioamador mostrou um equipamento ainda muito utilizado que é o Manipulador de Telegrafia, que faz uma comunicação mais lenta, mas eficaz. Este foi utilizado no período da II Guerra Mundial.


Por Tacyane Machado ( http://extraparnaiba.blogspot.com.br/2015/07/radioamadores-chegam-parnaiba-para.html )

 

Postado por Tacyane Machado às 14:53:00

 

Tacyane Machado


 

© 2015 Todos os direitos reservados.

Crie um site gratuitoWebnode